Luxemburgo em Portugal: uma visita que confirma “excelentes relações”

Portugueses na Europa Luxemburgo Ver mais

O grão-duque Henrique do Luxemburgo já está em Lisboa para uma visita de Estado que integra também uma grande delegação económica, composta por mais de uma centena de representantes de setores da economia luxemburguesa, nomeadamente: digital, espaço, construção sustentável, turismo, serviços financeiros e finanças sustentáveis, entre os quais portugueses e lusodescendentes.

O grão-duque e a grã-duquesa fizeram uma primeira visita de Estado a Portugal em setembro de 2010. A realização de uma segunda visita de Estado – bastante excecional do ponto de vista protocolar – é um sinal das excelentes relações bilaterais entre Portugal e Luxemburgo, pode ler-se no site governo luxemburguês, iposição que defendeu ao BOM DIA o Embaixador de Portugal no Luxemburgo, António Gamito.

Entretanto, em 2017, Marcelo Rebelo de Sousa visitou o grão-duque numa das visitas com mais impacto junto da população, já que a comunidade portuguesa se mobilizou para encontrar o Presidente da República e o grão-duque (na foto acima).

Esta quarta-feira, 11 de maio, o casal grão-ducal e a sua delegação serão oficialmente recebidos pelo presidente português, Marcelo Rebelo de Sousa, na Praça do Império. Após as honras militares e a interpretação dos hinos nacionais, o chefe de Estado luxemburguês inspecionará a guarda de honra.

Posteriormente, os monarcas, acompanhados pela delegação ministerial, irão aos Jerónimos, para ali depositar uma coroa de flores diante do túmulo de Camões, efetuando ainda uma visita à igreja e claustro do Mosteiro dos Jerónimos, na presença da diretora, Dalila Rodrigues, e do cónego José Manuel Dos Santos Ferreira, pároco da Igreja de Santa Maria de Belém.

Escoltados pela Guarda Nacional Republicana a cavalo, o grão-duque e a sua esposa serão conduzidos ao Palácio de Belém, residência oficial do Presidente da República Portuguesa onde serão oficialmente recebidos por Marcelo Rebelo de Sousa. Segue-se um encontro entre o casal grão-ducal e o Presidente da República. No final desta reunião, os dois chefes de Estado continuarão as discussões durante um encontro que também contará com a presença dos ministros Jean Asselborn, Corinne Cahen, Franz Fayot e Yuriko Backes. Deverão abordar as relações bilaterais, mas as grandes questões políticas e económicas europeias estarão igualmente na ordem do dia das discussões.

Por seu lado, o ministro luxemburguês da Cooperação e Acção Humanitária, Franz Fayot, terá um almoço de trabalho com o secretário de Estado português dos Negócios Estrangeiros e Cooperação, Francisco André. As atuais questões europeias e as relações bilaterais no domínio da cooperação para o desenvolvimento estarão no centro das discussões.

Corinne Cahen, ministra luxemburguesa da Família e Integração, terá um almoço de trabalho com a Secretária de Estado para a Inclusão Ana Sofia Antunes, bem como da Ministra do Trabalho, da Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho.

A ministra Corinne Cahen vai encontrar-se também com a Secretária de Estado da Igualdade e Migrações portuguesa. Os múltiplos desafios que se colocam à migração em geral, a situação na Ucrânia e a situação dos refugiados ucranianos em Portugal serão os principais temas abordados.

Na quinta-feira, o grão-duque e a grã-duquesa, acompanhados por Corinne Cahen, serão recebidos na Fundação Champalimaud para uma visita.

Entretanto, o ministro dos Negócios Estrangeiros e Europeus do Luxemburgo, Jean Asselborn, terá a oportunidade de se reunir com o seu homólogo português, João Gomes Cravinho, bem como com o secretário de Estado português dos Assuntos Europeus, Tiago Antunes. A agenda incluirá relações bilaterais, bem como grandes questões políticas europeias e internacionais. De seguida, o casal grão-ducal e os ministros Jean Asselborn, Corinne Cahen, Franz Fayot e Yuriko Backes deslocam-se ao Palácio de São Bento onde serão recebidos pelo Presidente da Assembleia, Santos Silva.

O Fórum Económico Portugal-Luxemburgo e vários seminários multissetoriais – organizados conjuntamente pela Câmara de Comércio do Luxemburgo e pela Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal (AICEP) – serão o foco do segundo dia da visita de Estado.

Estes seminários vão debater economia digital, espaço, construção sustentável e turismo, visando intensificar as relações económicas entre os dois países, facilitando novas relações entre empresas dos dois países.

Este fórum terá a presença do casal grão-ducal e de Marcelo Rebelo de Sousa que farão as intervenções de encerramento do seminário.

É na residência oficial do primeiro-ministro António Costa que o grão-duque e a esposa, juntamente com a Ministra da Família e Integração, Corinne Cahen, serão recebidos para um almoço oferecido pelo chefe do governo luso. Por seu lado, o Ministro da Economia, Franz Fayot, será recebido pelo seu homólogo António Costa Silva, para um almoço de trabalho, enquanto o Ministro das Finanças, Yuriko Backes, fará o discurso de encerramento num importante seminário organizado pelo Luxemburgo para as Finanças .

À tarde, o Chefe de Estado e a esposa, acompanhados por Corinne Cahen, deslocam-se a Cascais, onde serão recebidos pelo Presidente da República Portuguesa, Marcelo Rebelo de Sousa, e pelo Presidente da Câmara Municipal de Cascais, Carlos Carreiras. O programa inclui uma visita guiada à exposição “Portugal e Luxemburgo – países de esperança em tempos de aflição”, reconstituindo, por um lado, os aspetos da história da Segunda Guerra Mundial comuns às populações portuguesa e luxemburguesa numa perspetiva de solidariedade, e, por outro, uma abordagem contemporânea que permite compreender melhor o impacto da imigração portuguesa na paisagem física e social do Luxemburgo, bem como a diversidade e a força dos laços criados entre os dois países há mais de metade um século.

A comitiva segue depois para a Casa Santa Maria, residência da família grão-ducal durante a Segunda Guerra Mundial. Foi em junho de 1940, após a invasão alemã, que a grã-duquesa Carlota permaneceu várias semanas em Cascais com o príncipe Félix e os seus seis filhos, bem como com membros do governo, antes de se exilar em Londres. O casal grão-ducal, na presença do Presidente da República Portuguesa e da Ministra Corinne Cahen, colocará uma coroa de flores junto ao busto de da grã-duquesa Charlotte, oferecido durante a última visita de Estado a Portugal, em 2010.

O grão-duque Henrique será depois recebido no Campus de Campolide da Universidade Nova de Lisboa onde o chefe de Estado do Luxemburgo receberá o título de doutor honoris causa durante uma cerimónia académica. A visita de Estado terminará com um jantar de recepção no Sud Lisboa, oferecido pela grão-duque e a grã-duquesa em homenagem ao Presidente da República Portuguesa.

Artigo original: bomdia.eu

Fotografia: bomdia.eu

Últimas Notícias
Paulo Cafofo leva esperança à comunidade na Venezuela
18/05/2022
Portugueses arrecadaram nove medalhas em Malta
18/05/2022
Português assassinado a tiro em New Jersey
18/05/2022
Novo treinador não risca Ronaldo
18/05/2022
Dérbi português deu vantagem ao Paris Atlético
18/05/2022
Dérbi português deu vantagem ao Paris Atlético
18/05/2022
Vizela tem tratado que une Portugal e Inglaterra há 650 anos
18/05/2022
Joana Vasconcelos apresenta obra em Vincennes
18/05/2022