Primeiro agrupamento de escuteiros português criado fora do país faz 40 anos

Portugueses na Europa Luxemburgo Ver mais

O Agrupamento de Escuteiros de Santo Afonso (AESA) comemora os seus 40 anos de vida, sob o mote, “desde 1982 a construir um mundo melhor”.

Oficialmente fundado a 4 de fevereiro de 1982, pelo padre Belmiro Narino juntamente com Joaquim Pinto de Sousa, somos, foi o primeiro agrupamento português a ser criado fora de Portugal e o único lusófono que perdura até hoje no grão-ducado do Luxemburgo.

“Durante estes 40 anos sempre fomos um agrupamento ambicioso, audaz, jovem e com muitos sonhos”, pode ler-se em comunicado do agrupamento enviado ao BOM DIA.

AESA tem orgulho por “ter contribuído para a formação de muitas crianças, jovens e adultos da comunidade de língua portuguesa no Luxemburgo, construindo assim uma melhor sociedade civil”.

Para marcar o 40°aniversário, o agrupamento organiza no sábado, 4 de junho, no antigo salão desportivo de Bridel, nos arredores da capital luxemburguesa, um evento que integra um mini-acampamento no local e jogos e animações tipicamente escutistas para jovens e adultos. A partir das 14 horas, serão recebidos convidados especiais e delegações de grupos de escuteiros.

Das 15h00 às 16h00 terá lugar uma cerimónia oficial, com apresentações do grupo e discursos de convidados especiais. A AESA conta com o chefe Joaquim Pinto de Sousa, fundador do agrupamento e convida todos os pais, amigos, colaboradores e antigos dirigentes e escuteiros do AESA a participarem neste momento festivo, sujeito a inscrição prévia no mail [email protected] até dia 27 de maio.

Artigo original: bomdia.eu

Fotografia: bomdia.eu

Últimas Notícias
Paulo Cafofo leva esperança à comunidade na Venezuela
18/05/2022
Portugueses arrecadaram nove medalhas em Malta
18/05/2022
Português assassinado a tiro em New Jersey
18/05/2022
Novo treinador não risca Ronaldo
18/05/2022
Dérbi português deu vantagem ao Paris Atlético
18/05/2022
Dérbi português deu vantagem ao Paris Atlético
18/05/2022
Vizela tem tratado que une Portugal e Inglaterra há 650 anos
18/05/2022
Joana Vasconcelos apresenta obra em Vincennes
18/05/2022